O Mistério do Cesto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruth ronce.jpg I M A G E N S|||F O R T E S

Neste artigo são exibidas imagens fortes. Caso você possua doenças cardíacas ou seja menor de 18 anos, idoso, gestante, fresco, patricinha ou emo, não leia este artigo.


Duane e seu maninho Belial no WC discutindo sobre a vida e sobre o fedor da merda do Belial.

Basket Case (ou O Mistério do Cesto em pt-br, urgh!) é um daqueles filmes altamente trash lá dos anos 80, pra ser mais preciso, 1982, dirigido por Frank Henenlotter, um carinha que tinha tudo para virar um Sam Raimi ou um Peter Jackson da vida... não fosse pelo detalhe de a vida não ser justa, e ele ter ficado pra sempre dentro do universo dos filmes terror de quinta para passar apenas no Cine Trash.

Enfim, vamo pro filme. Se você tiver coragem, é claro.

P.S.: Aquela porra de música do Dia da Maconha não tem nada a ver com esse filme.

Sinopse[editar]

O filme conta a história dos irmãos ex-siameses Duane Bradley e Belial, que quando nasceram eram grudados um no outro. Sua mãe foi morta a mando do pai pela desgraça de ter uma criança, ou melhor duas, sei lá, desse jeito: um aparentemente normal e um outro parecendo um chiclete deformado mastigado e cuspido colado ao lado do "normal". Aos oito anos, três médicos, de sobrenomes Lifflander, Needleman e Kutter, foram incumbidos de separar os dois, já que o pai escondia esses dementes esse tempo todo no armário de casa. Após a cirurgia, os médicos jogaram fora a parte "Belial" num lixeiro, por achar que aquele monte de lixo deformado jamais sobreviveria...

... pois é, estavam enganados. LÓGICO, senão não ia ter sentido essa porra de filme, nem as suas continuações baratas, nem esse artigo. Se bem que esse artigo poderia não ter motivo nenhum pra existir. Foda-se.

O fato é que os dois se reencontraram, e passariam a viver se comunicando telepaticamente, e sempre com um desejo bizarro: matar todos os fdps que separaram os dois. Colocando seu maninho num cesto (por isso o filme tem esse nome... ok, todo mundo já sacou), eles começam a ir nas casas de um por um dos médicos e mandam cada um deles pra terra de pés juntos. Na verdade, o Belial faz o serviço sozinho, mesmo sendo apenas um ser bugado com apenas cabeça, dois braços cada um num canto completamente fora de ordem, duas supostas pernas e um pinto que ninguém sabe onde fica no corpo dele. Deve também ter cu, acredito eu. O que mais surpreende é que o minúsculo ser consegue sozinho mandar todos pra vala, mostrando para todos os deficientes físicos que eles podem se superar, inclusive se tornando poderosos serial killers nível extreme, ainda que vivendo o tempo todo dentro de um cesto.

Assista também, se você for doentinho[editar]

Este esboço tomou um PK de um white. Ajude-o
chamando os blacks para matá-lo!