Louis (Left 4 Dead)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Kid Bengala Cquote2.png
Google sobre Louis (Left 4 Dead)
Cquote1.png Experimente também: Grabbin Pills Cquote2.png
Sugestão do Google para Louis (Left 4 Dead)
Cquote1.png Experimente também: Pills Here Cquote2.png
Sugestão do Google para Louis (Left 4 Dead)

Cquote1.png Pills Here! Cquote2.png
Louis sobre Pílulas

Cquote1.png Pills here! Cquote2.png
Louis localizando suas pílulas
Cquote1.png Foda-se essas suas pílulas! Cquote2.png
Hunter sobre Louis
Cquote1.png Grabbin Pills! Cquote2.png
Louis pegando as suas pílulas
Cquote1.png Ah, droga, peguei o negão! Cquote2.png
Racista sobre Louis

Kid Bengala Louis é mais um dos quatro filhos da puta e otrários sortudos que não foram infectados sobreviventes jogáveis em Left 4 Dead e também aparece na fase The Passing e The Sacrifice no jogo Left 4 Dead 2. Ele era um otário gerente assistente de uma loja de eletrônicos, mas no jogo, estranhamente diz que ele é um Analista de Sistemas. Após a morte de Bill ele aparece junto com Zoey e Francis em Left 4 Dead 2 na campanha The Passing jinto com os sobreviventes filhos da puta de Left 4 Dead 2 sobreviventes. Ele é o mais inútil e figurante mais louco da gangue, porque ele já viciou nas pílulas que aparecem no jogo, assim como o gay do Ellis, que também é louco e também viciou na heroína adrenalina, onde ele faz um barulho gay estranho quando coloca a adrenalina no cu braço. Ele não é apenas mais drogado que o Bill, que as vezes fuma e também é viciado em fumar quanto também é um pouco viciado nas pílulas. Era um ex-funcionário rico de escritório, o que pode ser percebido por seu relógio de camelô ouro legítimo comprado através da TV Shopping Brasil, com seus descontos enganadores muito úteis. Chegou aos Estados Unidos como escravo imigrante, e após vários anos usando sua cabeça de baixo obteve sucesso como ator de filmes pornô. Até a infecção, é claro. Pobrezinho.

Antes da Infecção[editar]

Antes da Infecção, Louis estava trabalhando como desempregado Analista de Sistemas Junior, em Filadélfia, Pensilvânia. Durante os intervalos do almoço, os seus colegas de trabalho eram racistas e faziam piadas sem graça sobre ele. Também se pode supor que ele também era muito nerd e ficava jogando videogames, como ele tem uma estatueta do Heavy de Team Fortress 2 em sua. Dois dias após a infecção ele encontrou o seu primeiro infectado no banheiro dos homens (ui!). Depois de matar o Infectado, ele saiu do banheiro e após mais de 8000 dias (ou não), ele se juntou aos outros três sobreviventes e logo começaram a fuzilar e matar de tudo que jeito os zumbis.

Vício de pílulas[editar]

Louis.

Ele começou os seus vícios de pílulas após ele ter provado uma no começo do filme jogo. Daí, ele começou a ficar drogado e começou também a sentir um gosto estranho em uma das pílulas, no qual fazia se sentir como se estivesse melhor, daí os outros provaram e também começaram a ficar loucos como o Louis. Para infelicidade de todos (ou não), o efeito era apenas temporário, e logo todo mundo começou a tentar achar pílulas em qualquer lugar do jogo até na tua bunda e logo isso virou uma frase famosa chamada “Pills here!”, no qual começou a ficar famosa pelos fãs do jogo, e logo uma frase do Louis começou a ficar mais famosa do que a Pills Here, ele começava a gritar toda hora que ele era enrabado pelo Hunter e o Smoker que pegava uma pílula e dizia “Grabbin Pills”, no qual ficou mais famosa do que a outra frase, que foi completamente esquecida, mas não virou tão esquecida por que na fase do aeroporto, tinha uma placa dizendo “Nós temos uma pílula aqui”.

v d e h
Left 4 Dead logo.png